• Listar posts
  • Feeds - RSS
Post

Otzi, a múmia do gelo, era portador da doença de Lyme

Postado por Henrique Cesar Ulbrich em 05/03/2012 19:50
Blog: Rock and a hard place

Karmômetro (?)

excelente
adicionar comentário Comment

A múmia viveu na região alpina entre 2.500 e 1.800 a.C.

Por Guilherme Abati

Otzi, a múmia conservada no gelo, encontrada nos Alpes Italianos, teve pela primeira vez seu genoma sequenciado.

A múmia, que viveu a cerca de 5.330 anos, foi descoberta em 1991 por alpinistas da Alemanha. Segundo o estudo, Otzi tinha 45 anos quando foi ferido mortalmente por uma flecha e partiu dessa para uma melhor.

O estudo, que tratou de reconstruir inteiramente os genes do europeu ancestral, revelou detalhes mínimos sobre a biologia de Otzi. Os cientistas descobriram que o homem tinha olhos castanhos tinha intolerância à lactose, predisposição a doenças cardiovasculares, sangue tipo O, além de ser portador da doença de Lyme, uma infecção bacteriana transmitida por carrapatos.


Mais segredos sobre o enigmático Otzi são revelados: agora descobriu-se que os carrapatos eram um problema sério. (Imagem: acemprol.com)

Os pesquisadores da Univesidade da Califórnia, grupo responsável pelo levantamento, afirma que os antepassados de Otzi fizeram parte da dos primeiros migrantes provenientes do Oriente Médio, que chegaram à Europa no Neolítico, mil anos antes do nascimento de Otzi.

A múmia viveu na região alpina entre 2.500 e 1.800 a.C. As informações são do site Science Mag


Imagem de Otzi, fotografado logo após ser encontrado em 1991 ainda no local em que morreu (Imagem: Science Mag).

Uma interessante explicação sobre Otzi, como foi encontrado e o que se sabe sobre ele até agora pode ser lida no site Age of the Sages pelo atalho tinyurl.com/6lwaskd


Tags:

Se você gostou,
seja um GEEK!

participe

Comentários Comment

Não há nenhum comentário ainda...

Seja o primeiro a comentar

Não preencha este campo Ele é um mecanismo para evitarmos spams. Se vc. está vendo este texto, seu browser provavelmente não interpreta corretamente CSS. De qualquer forma, apenas deixe este campo em branco e siga livre para comentar.

Ajuda com a formatação


voltar ao início